Vc é a favor da proibição de inibidores de apetite como dietilpropiona, femproporex, manzidol e sibutramina?

Comentários

Não há prova que tenha sido mentira.. Ao invés de ficar reclamando por que não procuram os similares de outras empresas? Não vou citar nomes mas há outros medicamentos com forte potencial para emagrecimento. N Não é porque a patente foi liberada e o medicamento é barato que a ANVISA deve deixar que usem isso, que somente faz mal a saúde e engorda mais que emagrece.

Pessoal, desde que proibiram o femproporex minha vida virou de cabeça para baixo. Antes, quando tomava o medicamento, era tudo perfeito, tenho uma vida corrida, mas meu humor não oscilava, sempre tinha disposição, estava de bem com a vida, dormia na hora certa, e um grande detalhe: durante 6 anos que tomei os medicamentos aumentei a dose 1 vez só, não tive a necessidade de aumentar mais vezes como dizem. Minha vida era perfeita, com a proibição passei a tomar a sibutramina, minha vida virou um inferno, meus batimentos cardíacos alteraram, meu humor alterou, nada era como antes, sibutramina me causou danos em 3 meses que a tomei, enquanto que tomei o femproporex durante 6 anos e não obtive nenhuma alteração.Eu já havia tentado tomar a sibutramina quando iniciei o tratamento, mas esses mesmos sintomas apareceram, então a médica mudou para o femproporex que nunca me deu palpitação alguma, afirmo que não sofri nenhum mal durante meu tratamento com o femproporex, já com a sibutramina foi desastroso, agora estou aqui, nas mãos da Anvisa assim como muitas outras pessoas que sabem, não adianta estamos a deriva. SERÁ QUE PODERIAM PENSAR O QUANTO ESTÃO INTERFERINDO EM NOSSAS VIDAS? INDIGNAÇÃO TOTAL NÃO É JUSTO O QUE ESTÃO FAZENDO COM A GENTE QUE NECESSITA DESSES MEDICAMENTOS.

O problema é somente dinheiro e muito dinheiro. O femproporex, o mazindol e outro que a Anvisa proibiu custavam baratinho pois a gente não tinha de pagar direito autoral.Agora vamos importar medicamentos com os mesmos componentes, é claro com outras associações e que vão custar absurdo. Acho que dá ação até nos Direitos Humanos da ONU!

Anvisa é um órgão de vigilância correto? Mas cadê a vigilância diante das pessoas que durante anos tomam os medicamentos e os necessitam? Não há, a Anvisa não está preocupada com a população, pois medicamentos que eram prescritos por médicos, profissionais de estudam anos, são graduados, tem credibilidade que por sinal a Anvisa está tirando com o que está fazendo, e alem disso há testemunhos de muitas pessoas que tomaram durante anos e que comprovaram sim sua eficácia, simplesmente os tiram de circulação sem ao menos pensar nas consequências que causaram na vida das pessoas que necessitam desses medicamentos. NÃO SOMOS FANTOCHES, SOMOS SERES HUMANOS E EXIGIMOS NOSSOS DIREITOS. Anvisa que faça uma pequisa com as pessoas de tomaram durante anos e isso que estou falando são acima de 5 anos, verão que não há consequências, ainda mais com acompanhamento médico, pois quando há algo errado ele está ali para diagnosticar. POR FAVOR ANVISA VAMOS PARAR COM ESSA PALHAÇADA, pois nenhum outro medicamento pode ser substituído ao que nos foi tirado, como pensam que ficamos? como querem que não tenhamos consequências quando nos tiram um medicamento sem se quer haver uma substituição? Analisa-se: Imaginem se proibissem as pílulas anti-concepcionais? a população simplesmente triplicaria da noite para o dia.Tomamos a pílula para não engravidar, o mesmo acontece com os inibidores, agora acham que a nossa população vai ficar como? a cada dia que passa fico mais apavorada com o índice de obesos que vem aumentando disparadamente. Isso a Anvisa não vê os problemas as consequências físicas, psicológicas e outras como bulling, isso a ANVISA NÃO VÊ. CADÊ OS NOSSOS DIREITOS CONSTITUCIONAIS??? Como ousam dizer que os inibidores não causam o resultado esperado? quem são eles para dizer isso sem ao menos ter uma pesquisa, e digo mais, essa pesquisa e rápida e fácil de fazer, criem uma pagina na internet ou até mesmo perguntem a nós que assinamos o abaixo assinado, para saber quantos anos foi tomado o medicamento e os seus benefícios e malefícios, e sobre o acompanhamento médico, garanto que vão ser disparados os resultados positivos e nossos medicamentos enfim poderiam voltar a circulação. Quem se interessa e se importa com o próximo, entre nessa luta!

Acho a anvisa ridícula. Nem percebem o mau que fazem às pessoas. Que precisam desses medicamentos.zero pra eles.

concordo

Vocês já viram esse link do Mp de Goiás que encaminhou uma liminar contra a Anvisa? É disso que estou falando, sobre meu post anterior. processual.trf1.gov.br/consultaProcessual/processo.php?proc=00288497020124013500&secao=GO&enviar=Pesquisar MPF/GO pretende liberação de medicamentos contra obesidade Processo distribuído à 3ª Vara Federal em Goiânia Nº 0028849-70.2012.4.01.3500 3/8/2012 Uma ação civil pública (ACP) movida pelo Ministério Público Federal em Goiás (MPF/GO) busca suspender uma resolução (Resolução RDC nº 52, de 6 de outubro de 2011) da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) que vetou a fabricação e distribuição de medicamentos que contenham as substâncias anfepramona, femproporex e mazindol, seus sais e isômeros, bem como intermediários. Para o MPF/GO, a proibição baixada pela Anvisa não se sustenta científica e juridicamente para justificar a retirada do mercado de medicamentos necessários para o tratamento da obesidade. “Os medicamentos vetados pela Anvisa ficaram disponíveis no mercado por décadas e eram amplamente indicados por profissionais da medicina, por possuírem eficácia e segurança cientificamente comprovadas, além de baixo custo para os padrões de consumo dos brasileiros. Com a proibição restaram como alternativas medicamentos economicamente inacessíveis para grande parte da população”, pondera o procurador da República Ailton Benedito, autor da ação. A ACP pede ainda que sejam estabelecidos os registros das substâncias vetadas, bem como autorizada a fabricação, importação, exportação, distribuição, manipulação, prescrição, dispensação, o aviamento, comércio e uso de medicamentos ou fórmulas medicamentosas que contenham as substâncias citadas na resolução da Anvisa. Processo distribuído à 3ª Vara Federal em Goiânia Nº 0028849-70.2012.4.01.3500 Clique aqui e veja a íntegra da ACP.

Eram de baixo custo por terem caído no domínio público. Ou seja, não precisávamos pagar royalties. Com a proibição vamos ter pagar absurdo por medicamentos com o mesmo princípio ativo associado a outros compronentes e com outros nomes... Esta ação do MP está levando isso em consideração?

Assinem , por favor. Repassem o abaixo assinado à todos que vcs conhecem, vamos nos mobilizar, pessoal! Não espere somente que os outros façam por vc. Mexam-se, façam vcs tbm algo!!!!!! vamos trazer nossa medicação de volta!!!! Abaixo-assinado CONTRA PROIBIÇÃO UNILATERAL PELA ANVISA DOS MEDICAMENTOS INIBIDORES DE APETITE Queremos nossa medicação, inibidores de apetite, de volta!!!! Nós, médicos, profissionais de saúde, pacientes e cidadãos, manifestamos preocupação em relação à proibição, pela Anvisa, dos medicamentos para combater a obesidade http://www.peticaopublica.com.br/?pi=P2012N30532 http://www.peticaopublica.com.br/?pi=P2012N30532 http://www.peticaopublica.com.br/?pi=P2012N30532

Fomos informadas pelo presidente da ANVISA, Sr. Dirceru Barbano que a nobre deputada Jô Moraes não compareceu à reunião que estava marcada para ontem dia 16/10. Se vc quer a volta dos inibidores de apetite, acha que a decisão da ANVISA em proibir nossa medicação é arbitrária???? Junte-se a nós e venha participar do nosso grupo no faceboock http://www.facebook.com/groups/149337375206519/ http://www.facebook.com/groups/265168483595240/

Gente!!!!!! Alguém sabe me informar o por que da Deputada Jô Moraes não comparecer na reunião com a Anvisa? Como ficou, ainda vai ter outra reunião? Quando? Isso é o Brasil!!!!!!!!!!!!

Gente Ficou decidido que ira ser criado uma "comissão" para estudos se os medicamentos fazem bem ou mal; enfim não ficou decidido nada. Tudo começou com "denuncias" do programa "Fantastico" na rede globo e a Anvisa não se preocupou com quem realmente precisa destes medicamentos,o que demonstra que se não houver uma participação firme da imprensa esta situação não vai mudar; A Anvisa precisa ter mais responsabilidade com a população pois basta uma "denúncia" infundada da rede globo que ela cede sem pedir estudos aprofundados, isto ocorreu com os inibidores de apetites e com diversos suplementos naturais que auxiliam na dieta e outros que queimam gordura. Estudos deveriam ter sido feitos antes da proibição, agora deveria liberar e começar os estudos e se proibir tem que ter alternativa valida (não sibutramina) para os inibidores. Temos que tentar que os órgãos de imprensa passem a divulgar os problemas gerados com esta probição, pois se depender destes tais estudos da Anvisa nós todos vamos ser vitimas de obesidade morbida.

alguem sabe o que ficou decidido na reunião do dia 16.10? grata São Paulo -sp

Pessoal!! Para quem ainda não é do grupo e não sabe que ele existe: Acesse https://www.facebook.com/groups/265168483595240/ e junte-se a nós!! Vamos lutar pela liberação dos medicamentos!!

como disse o colega deveria existir uma cpi para elucidar o esquema anvisa x facismo dos laboratorios outro dirceu?

E a reunião da deputada Jô Moraes com a Anvisa, o que ficou resolvido? Alguém sabe informar?

Houve uma audiência pública, dia 9, a qual o Sr. Barbano não compareceu e que o presidente da Comissão de Seguridade Social, deputado e médico Mandetta ficou de convocá-lo. Isto, em razão de as entidades médicas e farmacêuticas presentes terem denunciado que a premissa em que a Anvisa se respaldou para a proibição era falsa. Ou seja, a anfepramona,o femproporex e o mazindol não estão proibidos nos EUA e nem em outros países, especialmente os europeus. E provaram com documentação de pedido de informação e esclarecimentos ao FDA, entre outros. A deputada Jô Moraes defendeu a necessidade de o presidente da Anvisa ser explicar sobre as denúncias, que entendo graves. Não sei se a ação judicial proposta por médicos trata especificamente deste fato ou não. Mas é um outro fato relevante. Sei o quanto é desesperante ficar sem medicamentos, principalmente no meio de um tratamento. Já fiz uso de todos os três e não me dei bem com a tal da sibutramina. Meu coração dispara e à noite a cabeça lateja. Há um projeto de lei tramitando na Câmara, do deputado Bournier querendo impedir a Anvisa de proibir medicamentos, ou algo assim.

Alguém pode me dar notícias recentes a respeito da liberação ou não do medicamento.Obrigada

quando vai ser liberado anfepramona

Que absurdo ter que implorar para ter o direito de continuar meu tratamento ,quanto tempo ainda irão nos enganar marcando reuniões e mais reuniões e nenhuma solução ,por favor vcs candidatos e associações não desistam de lutar por essa causa . Quanto tempo ainda ficaremos á deriva ? Alguem pode me explicar o que falta acontecer. grata si

Gente na reunião ficou decido que haverá o que? o que? outra reunião será realizada dia 16/10, e pelo andar da carruagem posso dizer que eles não querem nenhum tipo de manifestação, ficam de reunião em reunião para nos despistar, gente precisamos nos mobilizar enviar depoimentos, mostrar o nosso sofrimento, a nossa necessidade senão daqui ha algum tempo vamos estar mortos por consequencia da obsidade e nada mais. A Anvisa tem que rever, gostaria de saber quantas pessoas morreram em consequencia do uso de medicamentos para emagrecer e quantas morreram por problemas de diabete, pressão derrame, infarto etc advindos da obsidade. Eu conheci uma pessoa durante os meus 50 anos de vida que morreu por uso do medicamento, mas por mal uso, tomou dias não comeu absolutamente nada e praticava 08 horas de exercicios fisicos, ai né nenhum coração aguenta. Portanto esta proibição é a maior falta de bom senso que a anvisa ja fez, ja pensaram em como o sus vai absorver a procura por ajuda para tratamento de donças causadas pela obesidade, se hoje o atendimento é precario imagina daqui a 05 anos sem os medicamentos para emagrecer, e o número de aposentadorias por invalidez, vai quebrar a previdencia sem dúvida; o que a ANVISA Pensa

quanto tempo ainda leva para liberarem nossos remédios ? será que retorna ainda este ano ?estou desesperada, preciso continuar meu tratamento , não paro de ganhar peso ,até quando ficaremos nas mãos deles?

o que ficou decidido hoje-09.10 na camara . A anfepramona volta ?quando? simone

Alguém sabe me dizer como foi a audiência com Anvisa hoje? Obrigado.

Tomei anfepramona por 10 anos,e ao contrário do q dizem,sempre me senti muito bem,por ver resultados positivos na minha vida em saúde pressão,dores nos joelhos,enfim coisas q o peso nos obriga a sentir,e também no pessoal o eu me sentir mais feliz,minha vida era muito mais feliz... Agora ando triste,sem vontade e sem animo e triste. Vamos pensar bem,existem tantas coisas que realmente fazem mal e não são proibidas,porque proibir algo q ajuda e beneficia tantas pessoas...Pensem nisso,nem todo mundo q faz exercícios se alimenta bem consegue emagrecer!!

Concordo plenamente. A mesmíssima coisa está acontecendo comigo! Essa proibição é mais do que injusta.

EU TBM TOMEI POR MUITO TEMPO E ME FAZIA BEM AGORA ESTOU IGUAL A VC TRISTE SEM ANMO GORDAAAAAAAA TO NUMA DEPRE SÓ POR DEUS VI ALGUNS RELATOS ONDE PESSOAS QUE TOMAVAM O ANFEPRAMONA E HJ NÃO TOMA MAS PELA PROIBIÇÃO ,ESTÃO USANDO DROGAD PIORES COMO O CRACK A COCAINA .AGORA ME DIZ PROIBIR PRA Q TOMA QUEM QUER ESSA ANVISA NÃO TA COM NADA.

Estou como voce, sem tratamento e se eu souber qq coisa que o substitua como a cocaína e o que vou fazer, tenho 42 anos não sou nenhum adolescente, mas estou desesperado.

procurem métodos naturais, façam a reeducação alimentar, tristeza e desânimo quando se para de tomar um remédio desses pode ser caracterizada como abstinência, momento difícil de adaptação mas passa, procurem outros caminhos, não desistam. tomar um remédio por muitos anos pode fazer o metabolismo ficar preguiçoso e cada vez responder menos a esse remédio exigendo doses cada vez maiores.

essa pessoa não é nem nunca foi gorda!!! CERTEZAAA

hello brasil vamos acordar !!!! há muito dinheiro envolvido nessa proibiçao !!!!

o mercado tá aí pra o medico identificar o melhor tratamento para o paciente. Usar medicamentos controlados não é escolha do paciente e sim do médico. Favor, não vem querer dar um de medico. ou ainda, nao vem querer dar um de medico homeopativo. Fato é que as pessoas que sofrem dos casos mas acentuados de obesidadde estão ferrados porque os medicos estão sem alternativas mais eficientes para trabalahar, ou seja, estão de maos atadas. Deixa a turma trabalhar e vai tomar seu chazinho! Se tu só tem alguns quilinhos só o chá basta!!!!!!!!!!!!!!!!!

Vamos nos reunir, na próxima terça-feira (9 de outubro), na Câmara dos Deputados, em Brasília, para uma Audiência Pública que vai debater a decisão da Agência Nacional de Vigilância Sanitária – Anvisa – de proibir a comercialização de medicamentos inibidores de apetite. Esta é mais uma importante etapa do nosso movimento em defesa do direito de pacientes com obesidade e do ato médico. Todosos, médicos tem de ter o direito de prescrever ou não os medicamentos para qualquer doença crônica, incluindo a obesidade e a síndrome metabólica. Compareça pessoalmente ou virtualmente, (será transmitida via intenert no site da camera dos deputados) dia 09/10, às 14h30 na Câmara dos Deputados – Plenário 7 – anexo II - ou envie por e-mail aos deputados envolvidos no projeto (listados abaixo) sua manifestação favorável ao retorno dos medicamentos antiobesidade no mercado brasileiro. As manifestações também podem ser feitas no evento público com apoio ABRAN no Facebook. Acesse o endereço https://www.facebook.com/events/288608611253060/, clique em “Participar” e compareça, mesmo que virtualmente, ou publique a sua mensagem de apoio. Não deixe de convocar seus pacientes. Venham para nosso grupo aberto à todos no facebook: http://www.facebook.com/groups/149337375206519/ Juntos, vamos conseguir reverter esta decisão. Deputados envolvidos no projeto: ü Deputado Relator: dep.dr.paulocesar@camara.gov.br ü Deputado Felipe Bornier: fbornier@hotmail.com ü Deputada Alice Portugal: alice456@solar.com.br ü Deputada Jo Moraes: dep.jomoraes@camara.gov.br ü Deputado Dr. Aluizio: dep.dr.aluizio@camara.gov.br ü Deputada Flavia Morais: dep.flaviamorais@camara.gov.br ü Deputada Nilda Gondim: dep.nildagondim@camara.gov.br ü Deputado Roberto de Lucena: dep.robertodelucena@camara.gov.br ü Deputado Amury Teixeira: dep.amauriteixeira@camara.gov.br ü Deputado Paulo Foletto: dep.paulofoletto@camara.gov.br ü Deputado Ronaldo Caiado: ronaldocaiado@terra.com.br Não para a discriminação da obesidade!

Gente, alguem tem o resultado da audiencia publica?

Sou completamente à favor da liberação de medicação contra obesidade. Eu Cristina, 49 anos; à 19 anos uso inibidores de apetite prescrito pelo meu endocrinologista, declaro que nunca tive qualquer efeito colateral indesejado. Declaro também que após a interrupção do tratamento (desde a proibição), já engordei 10kg, e estou sofrendo com dores no joelho, pressão arterial elevada, baixa auto estima, e queda na produtividade. Minha mãe, Jandira 67 anos, tomou anfepramona e fenproporex desde seus 30 anos; (sempre com acompanhamento médico), então nesses 37 anos, NUNCA TEVE QUALQUER PROBLEMA RELACIONADO À INGESTÃO DOS INIBIDORES. Porém, com a proibição ela já engordou 19kg, fez uma artroscopia no joelho custeada pelo SUS, faz fisioterapia, usa vários medicamentos para dores, pressão e depressão; quadros que surgiram após o aumento de peso. Portanto, por experiencia própria, chego a conclusão que a obesidade é muito prejudicial á saúde, muito mais que a administração controlada, de inibidores de apetite.

Olá, pessoal! Estou mandando e-mails para os deputados e acompanhando o pessoal no face; Espero, ansiosa, a audiência do dia 9 de outubro. Acredito que proibir um tratamento médico a pessoas doentes é crime!!! A Anvisa não pode ter o poder de passar por cima da classe médica e decidir o que ela deve fazer ou não.....

Alguem precisa fazer alguma coisa,,,é um absurdo essa proibição,,,,não é preocupação com o povo, caso fosse, o SUS e postos de saude de todo o Brasil não seria essa vergonha,,,pessoas morrendo em portas de hospital publicos,,,Tudo isso envolve outras coisas que nós brasileiros sabemos muito bem....... Será q alguem da anvisa percebeu que o mercado negro da anfepramona aumentou? nossa que absurdo....

Concordo que esta proibição é uma covardia e não representa a vontade do povo, mas, muito provavelmente a vontade ou interesse econômico de laboratórios. Outras coisas que fazem muito mais mal devem ser antes proibidas, e não medicamentos que nos faziam viver muito melhor. Isso não pode ficar assim!

Vivemos em uma Democracia, temos o direito de tratar a obesidade com inibidores de apetite devidamente prescrito por um médico endocrinologista. Não devemos nos contentar com as decisões arbitrárias da ANVISA, pois somente o seu médico sabe o melhor remédio para cada caso em específico. Eu particularmente NUNCA passei em consulta médica na ANVISA para que a mesma determinasse que somente a sibutramina está indicada para meu tratamento. Não possuem meu histórico médico para generalizarem o tratamento da obesidade apenas com um único medicamento. Somente um médico especialista e com o devido acompanhamento do histórico de cada paciente está habilitado a decidir o quê prescrever. Não é a ANVISA quem decide o tratamento!!! ACORDA BRQSIL!!! Tratamento SIM, Atitudes Arbitrárias NÃO!!!

Pessoal, será que não seria interessante se conseguíssemos pelo menos as 1.000 assinaturas até o dia 09/10, dia da audiência? Não tem 900 ainda, como poderíamos melhorar esse número, em uma semana?! Helena

SE VC QUER TER O DIREITO DE COMPRAR SEU REMEDIO COM SEGURANÇA LEIA ABAIXO: Dia 09 de outubro, às 14h30, será realizada a audiência pública que debaterá a decisão da Anvisa que veda a comercialização de medicamentos inibidoras de apetite, requerida pela deputada Jô Moraes (PCdoB-MG). A audiência contará com a participação dos Conselhos Federais de Medicina e Farmácia, dos presidentes da Anvisa, da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, da Associação Brasile ira para o Estudo da Obesidade e o diretor da Associação Brasileira de Nutrologia. A audiência é aberta para a população e será realizada no Plenário 7. Também será transmitida ao vivo online, pelo site da Câmara, e contará com a participação do fórum e-democracia, por meio do qual o público poderá enviar perguntas aos palestrantes. Vamos nos unir, juntem-se a nós ! Estamos no faceboock, curtam a pagina, deixem seus comentários. http://www.facebook.com/LiberemOsInibidores Assinem o baixo assinado que criamos e irá para ANVISA, segue o link: http://www.avaaz.org/po/petition/Obesos_pedem_a_liberacao_dos_inibidores_de_apetite/?fZoNydb

Nessa audiência pública do dia 09 de outubro o que vai acontecer? Já fica tudo decidido ou ainda depende de mais alguma lei que atrapalhe a volta dos inibidores de apetite? O que essa audiência pública vai resolver? Alguém sabe para me informar? 03/10/12- Terezinha

Terezinha, infelizmente nada será decido no dia 09/10. Nessa audiência pública várias pessoas na área da saúde estarão presentes. Assim como várias associações, a Anvisa, os deputados que fazem parte da comissão de seguridade da familia ,( que irão votar o projeto de Lei Projeto de Lei 2431/1),nutrólogos, estarão todos reunidos para discutirem o tema. Esse é mais um dos tantos tramites que precisamos passar para que seja aprovado o projeto. Ainda temos que passar pela votação e aprovação da Comissão de Seguriada e Famíla, dps pela aprovação da Comissão de Justiça, aprovação de Senadores e por último, chegar nas mãos de nossa querida presidenta Dilma e suplicar para que ela Sancione o projeto. Sim, uma longa caminhada pela frente. Por isso pedimos e estamos fazendo um movimento público, nos organizando e nos manifestando de alguma forma. O Dirceu Barbano está irredutível na sua decisão. Precisamos bater de frente com ele, mas isso só irá acontecer se conseguirmos mobilizar milhares de pessoas Não vamos desistir dos nossos remedios. Terezinha e todos que estão lendo essa resposta, venham para o faceboock e juntem - se a nós. Juntos iremos conseguir sim, ter nossos remedios receitados por nossos medicos. Segue o link para entrarem em nosso grupo: http://www.facebook.com/groups/149337375206519/

Concordo plenamente que se receitado por um medico este medicamento não pode ser proibido , via que nem todos podem ou tem condições de saúde ou financeiras , pra uma cirurgia de obesidade , ja fiz uso da medicação a 10 anos não me tornei dependente , não me fez mau algum , tenho novamente que me submeter ao tratamento com a mesma medicação , por um problema de saúde recente .Ou seja o que eu poderia realizar com a medicação e alimentação , hoje somente será possivel com cirurgia , sem comentarios . Faço votos que seja breve esta decisão .

Obesidade não, remédio sim - Não discrimine o obeso!" Audiência pública com o tema "debater a decisão da ANVISA que veda a comercialização de medicamentos inibidores de apetite". Ela será realizada no dia 9 de outubro de 2012 às 14h30 no Plenário 7 do anexo 2 da Câmara dos Deputados, em Brasília. Envie email para os deputados e peça pelo projeto: cssf@camara.gov.br (Comissão de Seguridade Social e Família) alice456@solar.com.br (Deputada Alice Portugual ronaldocaiado@terra.com.br (Deputado Ronaldo Caiado)

Boa noite, pessoal! Em que pé está a votação do projeto da câmara sobre a liberação dos medicamentos?

Dessa a forma um produto o qual se comprava com restrição médica controle absoluto de receita B2 e indicação, hj chega nas mão dos revendedores atravéz do contrabando. Sem comentar sob a inflação na medicação... Ridículo!!!!!!!!!!!!!

parei meu tratamento com anfepramona de novembro p cá nenhum remedio me faz eveitos estou desisperada já engordei 20kg libera anvisa logo

Estou com quase 1oo kg, engordei quase 25 kg, ando muito triste, e ás vezes penso até em suicidio ... é horrível vc ver pessoas tirando o seus direitos e arrancando seus sonhos... ´sinto muitas dores nas pernas, e agora estou sentindo formigamento no meu pé e perna direita,,, tenho certeza de que isso e decorrente do meu peso, e o engraçado è já procurei atendimento na rede pública e se quer consegui atendimento..isso mostra o tamanho da preocupação deles com nossa saúde,

http://www.facebook.com/LiberemOsInibidores

Páginas

Comente

so texto

  • Quebras de linhas e parágrafos são feitos automaticamente.
  • Tags HTML permitidas: <a> <img> <em> <strong> <cite> <code> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd> <blockquote> <h3> <h4><h5>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Quebras de linhas e parágrafos são feitos automaticamente.
CAPTCHA
Esta questão é necessária para prevenir spam :(
4 + 4 =
É fácil mesmo. Exemplo: se a pergunta for 1+3 entre o número 4.
Não há censura de opinião nos comentários, mas o vc é o responsável pelo que escrever. Ou seja, aqui vale o Yoyow (You Own Your Own Words). Lembre-se: Opinião é diferente de informação. Informações sem fonte ou que não puderem ser checadas facilmente podem ser deletadas. Serão apagadas sem dó mensagens publicitárias fora de contexto, spam usado para melhorar a posição de sites e outras iniciativas de marqueteiros pouco éticos. Respeite as regras básicas Netiqueta. Grosserias desacompanhadas de conteúdo, coisas off-topic e exagero nas gírias ou leet que dificultem o entendimento de não-iniciados tb não serão toleradas aqui. Vou apagar sumariamente todos os comentários escritos inteiramente CAIXA ALTA, mensagens repetidas e textos que atrapalhem a diagramação do site. Além de prejudicar, a leitura é falta de educação. Não publique tb números de telefone, pois não tenho como checá-los. As mensagens com números de telefone serão apagadas inteiras. Obviamente, qq conteúdo ilegal tb será deletado sem discussão. Evite também mensagens do tipo "me too" (textos apenas concordando com o post anterior sem acrescentar algo à discussão). Clique aqui para ver algumas dicas sobre como escrever um texto claro, objetivo e persuasivo. Todas os comentários são considerados lançados sobre a licença da Creative Commons. Se você não quer que seu texto esteja sob estes termos, então não os envie.
Creative Commons License
br101.org by br101.org is licensed under a Creative Commons Attribution-Share Alike 2.5 Brazil License. Nenhum produto M$ foi usado na construção destas páginas.
Este site usa Drupal (Apache, PhP e MySql). Na manutenção uso o Quanta+ e Gimp (no Gentoo). Se vc quiser tentar aprender a fazer um site igual a este usando softwares livres, vá até o weblivre.br101.org e leia:
Como fazer um website de verdade?